quarta-feira, 4 de junho de 2008

Galeria.

Pleonasmos intermináveis
E grito de dores.
Assim é a tua voz rouca
Rosnando numa vitrola arranhada
A mesma música de sempre
Essa faixa parece um quadro
O antídoto é vê-lo de ângulo diferente
Só assim apreciarei
Finalmente a melodia
Que imaginava não existir.


Magno Luiz Cavalcante Martins

2 comentários:

  1. *-----------* MEOL , AMAY PQP

    te amo ♥

    ResponderExcluir
  2. interessante, gostei depois quando vc postar mais eu leio ;)

    ResponderExcluir